terça-feira, 30 de julho de 2013

OPINIÃO DO DEPUTADO ARNALDO JARDIM

Opinião do Deputado

Carta à Presidente Dilma Rousseff

25/07/2013

Prezada Presidente

Li no jornal O Estado de S. Paulo do dia 21 de julho: O presidente do Banco Central Alexandre Tombini afirmou que o processo de retomada do crescimento do País foi prejudicado por um abalo de confiança que trava os investimentos. Foi uma entrevista franca em que ele se compromete batalhar contra a inflação e manter o câmbio sob estrita vigilância com os instrumentos que a Constituição e suas leis complementares lhe permitem. Admite, correto a meu ver, que a falta confiança da sociedade que a senhora e seus ministros negam em suas declarações, existe mesmo. Tombini não discute as outras ações que o governo precisa tomar para dominar a inflação – como o ajuste fiscal, investimentos públicos – mas diz que o governo tem que fazer e explicar a todos, com clareza, o que fez, porque fez e com qual objetivo. Coisas que têm passado longe do discurso empolado e até diversionista do ministro da Fazenda.

Em minha opinião, o governo do PT ignorou todas as oportunidades de dar bom segmento à ordem e ao progresso do País que recebeu sem inflação, com muitos brasileiros já podendo comer frango, com aprovação popular e reformas estruturais iniciadas. Reconheço o mérito de poder resgatar milhões de brasileiros para a ceia dos cidadãos e da solidariedade; distribuir renda porem, não teve a inteligência e a determinação de desenvolver um plano estratégico para o Brasil condicionado pelo poder delineado e alimentado pelos acordos e práticas condenados à exaustão no passado.

O Brasil enfrentou a “marolinha” de 2008 com relativo sucesso e o “tsunami” da crise europeia, aliado à recuperação dos Estados Unidos e ao menor crescimento futuro da China sobraram em suas mãos cuja sua equipe econômica, em minha opinião, subestimou problemas com medidas insuficientes e pontuais, como as desonerações de impostos.

Estamos aqui – a senhora e todos que não estabeleceram nenhuma diretriz mais duradoura – no túnel onde ganhava uma lanterna do governo quem se sentia mais incomodado com a escuridão. Em situações mais graves, o governo tem justificado a falta de iluminação à sabotagem, a má vontade e aos inimigos da travessia – os conservadores, como disse outro dia o ex-presidente Lula. Ele os conhece bem, teve que fazer muitos acordos que o velho PT não faria. Não o critico. Lula é disciplinador, disciplinado e precisava governar, ao tempo em que fazia o que mais gostava: negociar, mesmo que não vendesse ou nada comprasse.

É claro que estou no mesmo barco, como parlamentar. Mas não é fácil, do lado de quem, no legislativo, por causa das imensas pressões do seu governo sobre o Congresso, acaba se limitando à análise de medidas provisórias, sob pena de ver se despejada sistematicamente às costas dos políticos (Câmara e Senado) a responsabilidade pelas mazelas que sufocam o País.

Mas agora se descobre que a historia é outra: não havia luz no início e não há luz no fim do túnel. É preciso controlar a inflação e depois mirar nos investimentos.

Tombini tem razão em se preocupar. As altas do dólar, desde o fim de maio, estão aquecendo a caldeira da inflação que poderá ser radiante, em setembro próximo. Os ganhos marginais da inclusão econômica da população; da expansão de crédito (o Banco do Brasil está subindo suas taxas de juros para pequenas e médias empresas, perto das taxas dos bancos privados); e da explosão da demanda estão esgotados. A inadimplência das famílias brasileiras cresceu 72% entre 2007 e 2013. E no meio desta semana soube-se do desequilíbrio das contas e das taxas de emprego e desemprego que poderão em poucos meses, segundo os analistas mais neutros, assustar a Nação.

A senhora sabe disso. Tem medo de dizer isso aos brasileiros? Ou de perder as próximas eleições e compromete o velho projeto hegemônico de poder do seu partido?

O PIB do País vai crescer, mas devagar, como a arrecadação, os salários, os benefícios fiscais Os juros no mundo vão aumentar e a mútua dependência econômica estabelecida entre Estados Unidos e China, da qual continua se beneficiando o mercado internacional, não preservará subdesenvolvidos, emergentes, periféricos, ou seja, lá os classificados que sobrarem do novo arranjo mundial. Disso a senhora está cansa de saber, embora ninguém lhe ajude a formular qualquer estratégica.

O Brasil só é importante por ser estratégico, do ponto de vista dos recursos naturais e da geopolítica. Eu sei que a senhora sabe. Tem muito mais informação do que eu. Não vai encontrar uma saída patriótica para esta difícil situação conversando com seus marqueteiros, com o ex-presidente Lula e com alguns partidários que lhe querem ver pelas costas. Precisa assumir que é presidente de todos os brasileiros, muito além de presidir as reuniões dos seus 39 ministros. Repito uma questão de artigo anterior: Vossa Excelência vai se apequenar e ceder a questões eleitoreiras ou irá, como estadista, assumir realmente a Presidência e conduzir o Pais?

Cordialmente, 

Arnaldo Jardim - Deputado federal PPS/SP.
              

quarta-feira, 24 de julho de 2013

Fartura participa cidade limpa. Município participa do mutirão de limpeza pela primeira vez.

Segue até a próxima quinta-feira (25) oprojeto Cidade Limpa em Fartura (SP). O município recebe pela primeira vez o mutirão de limpeza promovido por iniciativa da TV TEM, emissora afiliada da Rede Globo, em parceria com a prefeitura.
O projeto faz o recolhimento de entulho e outros materiais sem utilidade para os moradores. O Cidade Limpa ainda tem como objetivo conscientizar a população sobre os riscos provocados pelo acúmulo de lixo, entulho e outros detritos, motivando a comunidade a participar de um grande mutirão de limpeza.
Os caminhões percorrem a cidade recolhendo o material descartável que os moradores colocarem em frente às casas, tais como móveis velhos, pneus, eletrodomésticos inutilizados, material reciclável, plásticos, tambores e madeiras.
Em Fartura, segundo a prefeitura, três caminhões e uma retroescavadeira são utilizados no recolhimento. Vinte funcionários atuam na ação. Agentes de saúde também acompanham os trabalhos e levam orientações sobre a prevenção à dengue. No primeiro dia, o balanço apontou que materiais recicláveis e móveis lotaram quatro caminhões e outras duas viagens foram para descarregamento de entulho.
Nesta quarta-feira (26), os bairros visitados são Vila Planalto, Colina Verde, Vila Nova, Vila Roma e Centro. Já no último dia, na quinta-feira, a coleta será nos bairros Bela Vista, Jardim Paraíso, Moura Leite, Parque das Flores e Vila de Fátima.
fonte : TV TEM

23/07/2013 18h35 - Atualizado em 23/07/2013 20h22

.

 

No Paraná nevou em várias cidades.

O Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar) confirmou na noite desta terça-feira (23) que nevou em 26 cidades do Paraná. Em outras 19, houve registro de chuva congelada. De acordo o Simepar, esses números podem mudar, caso surjam registros e relatos de moradores de outros municípios.

A neve pode ser vista por moradores de Antônio Olinto, Araucária, Carambeí, Cantagalo,Campo Largo, Campo Magro, Curitiba, Cruz Machado, Fazenda Rio Grande, General Carneiro, Goioxim, Guarapuava, Itaperuçu, Irati, Lapa, Mallet, Piraí do Sul, Ponta Grossa,Porto Vitória, Palmas, Paula Freitas, Pinhão, São Mateus do Sul, São João do Triunfo,São José dos Pinhais e União da Vitória.
Fonte; Simepar

FARTURA TEM UM INVERNO RIGOROSO

Quinta-Feira, 25/07
Nascer do sol:06h56Pôr do sol:17h53
  • Manhã
  • Tarde
  • Noite
  • Max 18ºMin 
  • 0mm
    0%
  • ESE
    10km/h
  • 100%70%
Índice UV: Muito Alto

Dia de sol, com geada ao amanhecer. As nuvens aumentam no decorrer da tarde.
Ver mais dados
Sexta-Feira, 26/07
Nascer do sol:06h56Pôr do sol:17h54
  • Manhã
  • Tarde
  • Noite
  • Max 21ºMin 
  • ESE
    13km/h
A onda de frio no Sul atingiu em cheio ao Sudeste e a nossa querida Fartura foi registrada temperaturas mínimas de 1º grau o que provocou geadas nesta quarta-feira; 24 de julho sendo um dos invernos mais rigorosos dos últimos anos. E de acordo com o climatempo até sábado as temperaturas erão baixas no município. O vento frio provoca a sensação maior de frio .Senssa~~ao térmica fica sempre abaixo. Blog

 
.

quinta-feira, 18 de julho de 2013

11a.PRIMEIRA SEMANA DE MUSEUS BATEU RECORDE. Veja comunicação do IBRAM.

COMUNICAÇÃO IBRAM
Prezado (a) Senhor (a),
1. Agradecemos a atenção dispensada a este instituto com relação ao preenchimento da pesquisa relativa à 11ª Semana Nacional de Museus.
2. É com satisfação que informamos que a edição 2013 da Semana de Museus, com o tema “Museus (Memória + Criatividade) = Mudança Social”, bateu recorde de inscrições e eventos. Foram 1.252 instituições inscritas que contemplam em sua programação 3.911 eventos espalhados por todas as regiões brasileiras. Esses dados vêm comprovar a força da atuação da Semana Nacional de Museus no desenvolvimento do campo museal no Brasil, destacando a importância dos museus como fenômenos sociais contemporâneos.
3. O resultado da pesquisa realizada pelo Ibram com as instituições participantes da 11ª Semana Nacional de Museus mostra toda a movimentação do setor museológico, como o aumento em 130% da média de público registrada relação à semana anterior ao evento. A pesquisa revela também que a Semana Nacional de Museus fortalece a imagem dos museus e proporciona o crescimento da visibilidade das instituições, fortalecendo o envolvimento da comunidade com as ações desenvolvidas e ampliando a integração com outros museus brasileiros.
3. Diante do exposto, agradecemos a valiosa colaboração de sua instituição nessa pesquisa e contamos com sua participação na realização de futuras ações, como a 7ª Primavera dos Museus (de 23 a 29 de setembro de 2013) e a 12ª da Semana Nacional de Museus (em maio de 2014).
Atenciosamente,
Eneida Braga Rocha de Lemos
Diretora do Departamento de Difusão Fomento e Economia dos Museus
Instituto Brasileiro de Museus


MEUS LIVROS-MY BOOKS

JESUS EL MAYOR MOTIVADOR NA AMAZON https://www.amazon.es/dp/B08BNLQ79D

https://amz.onl/g23BNBV https://www.amazon.es/dp/B08BNLQ7